As cidades e villas da Monarchia portugueza que teem brasão d'armas (Google eBook)

Front Cover
Tip. do Panorama, 1860 - Cities and towns
1 Review
  

What people are saying - Write a review

We haven't found any reviews in the usual places.

Related books

Common terms and phrases

Popular passages

Page 156 - Reino; considerara o estado e importância deía. terra cheia de gente rica e muito nobre, de grande trato e comércio por uma parte com as conquistas de Portugal, Ilhas e terras novas do Brasil; por outra com França e...
Page 156 - Lisboa o brazao de armas que é o seguinte : um escudo esquartelado ; no l .o quartel as armas dos Silvas que são em campo de prata um leão de purpura armado de azul ; no...
Page 168 - AQUI JAZ O GRANDE ARGONAUTA D. VASCO DA GAMA, PRIMEIRO CONDE DA VIDIGUEIRA, E ALMIRANTE DAS INDIAS ORIENTAE8, E SEU FAMOSO DESCOBRIDOR.
Page 156 - A vós que não podeis conquistar-nos pela força das armas, nos haveis querido render pela fome; nós, mais humanos e porque, graças a Deus, nos achamos bem providos, vendo que não estaes fartos, vos enviamos esse soccorro, e vos daremos mais se o pedirdes.
Page 156 - Tem por brasão d'armas um escudo coroado, e n'elle em campo azul um castello de prata com três torres sobre campo negro. Ao lado está uma arvore com pomos, que dizem chamar-se Lamegueiro ; e na parte superior do escudo tem de um lado o sol, de oiro, e do outro a lua, de prata».
Page 100 - Christo foi governada por principes, eo seu convento de Thomar offereceu hospedagem a muitos soberanos. Ao infante D. Henrique succedeu, no mestrado de Christo, o infante D. Fernando, seu sobrinho, e irmão d'el-rei D. Affonso v. A D. Fernando succedeu seu filho primogenito, D.
Page 135 - Na invasão dos povos do norte, no seculo v. foi completamente destruida ; e querendo depois os vencedores reedifical-a, resolveram mudar-lhe o assento para junto do Mondego. Tal é a origem, ao que parece, da moderna Coimbra, a quem dão por fundador Ataces, rei dos alanos. O brasão d'armas, de que ainda usa esta cidade, dizem lhe fora dado por aquelle soberano em commemoração do seguinte caso. Achando-se Ataces occupado na edificação da sua nova cidade de Coimbra, vein fazer-lhe guerra Ermc-Derico,...
Page 156 - Ainda existem restos do seu antigo castelo e do seu recinto de muralhas com quatro portas (do Carmo, Nova do Fojo, de S. Francisco e de Santa Justa). D. Diniz mandou construir uma majestosa torre de menagem que ainda se pode admirar. Tinha cinco, conventos : de religiosas dominicanas ou de NS...
Page 156 - Como ficava proxima da fronteira inimiga, pois que as meias luas campeavam em toda a Estremadura, e como a sua posição era forte por natureza, cuidou-se na restauração das suas antigas muralhas e castello. E isto valeu-lhe de muito, salvando-a por vezes nas invasões, que pelo tempo adiante os arabes fizeram por aquella parte da Beira, cubiçosos de se apoderarem novamente de Coimbra.
Page 103 - O oiro que affluia continuamente do Brazil a Lisboa, refluindo da capital, como coração do reino, para todos os membros d'este corpo, animou as industrias em todo o paiz, e Thomar floreceu a seu turno. Porém a nova estrada por Leiria, mandada abrir pela rainha D. Maria...

Bibliographic information